Faça Você Mesmo Marketing (4/7): a publicidade da sua empresa

June 1, 2015

10 dicas de marketing e ferramentas estratégicas fáceis e baratas para você mesmo divulgar sua empresa, afinal, quem não é visto não é lembrado.

 

Todo empreendedor já ouviu falar que "o marketing é a alma do negócio", mas poucos chegam e entender verdadeiramente seu significado. O marketing está presente desde a concepção da ideia de negócio até seu amadurecimento e desenvolvimento. Envolve posicionamento, segmentação, análise da concorrência e do mercado, marca e todos os stakeholders, etc.

E para tudo isso seguir em frente, sua empresa deve comunicar-se com seu público-alvo para atrair sua atenção e em seguida, dinheiro e fidelidade. Mas não é tarefa fácil construir uma estratégia de comunicação eficiente que transmita os benefícios de sua oferta, diferenciando-a de ofertas concorrentes e que seja direcionada para seus clientes em potencial e que ainda tenha um bom custo X benefício em investimento.

A maioria das empresas pensa que devem divulgar seus produtos e serviços para o maior número de pessoas, massivamente, de modo a pensarem em anunciar em TV, rádio, revistas e jornais de grande porte. De fato, matematicamente falando quanto mais pessoas sua marca atingir maior será o retorno. Mas o custo desses veículos de comunicação costumam ser muito alto e inacessíveis para a maioria dos empreendedores.

Para diminuir os custos em divulgação, algumas empresas preferem restringir seus investimentos em ações mais direcionadas ao público-alvo focando qualidade ao invés de quantidade. Por vezes diminuem o valor total investido mas, o custo por cliente se torna muito alto.

Hoje em dia, a internet se tornou a opção mais barata de divulgar produtos e marcas. Aqueles que sabem tirar proveito dela alcançam consumidores a níveis globais com custo de investimentos muito baixo.

 

1) O primeiro passo é sempre construir uma marca bem posicionada seguida de um site (institucional ou de vendas) com recursos que otimizem a localização de suas ofertas pelos buscadores online e que seja facilmente acessado pelos dispositivos dos internautas (seja um computador, notebook, smartphone, tablet, etc). Não é preciso ser especialista em designer para fazer nenhuma dessas coisas, existem recursos que ajudam o empreendedor a criar ele mesmo seu logo e site.

 

2) Mais importante ainda é estar presentes nas mídias sociais. No entanto, vale ressaltar que existem tantas (abaixo) que é preciso estudar qual é a mais adequada para seu público-alvo e objetivos e então criar conteúdo e linguagem apropriadas. É possível ainda patrocinar anúncios nestas redes promovendo seus posts. O objetivo aqui é captar, de forma não invasiva, novos clientes. Para isso, é essencial uma ferramenta que te ajude na gestão das redes sociais.

 

 Fonte: https://conversationprism.com

 

3) Outra interessante opção de patrocínio são de palavras-chave no Google Adwords Express, que é mais barato do que a versão normal. A diferença é que o Express segmenta sua campanha de maneira automática e direciona os anúncios para uma região específica o que barateia a campanha.

 

4) Outra tendência é criar conteúdo próprio relevante que atraia seus clientes por meio de blogs ou vídeos. Empresas que possuem um blog ativo, geram 70% mais contatos de negócios pela internet. Você pode fazê-lo ou contratar quem o faça, seja uma consultoria ou assessoria de imprensa. Pesquise sobre estratégias de inboud marketing e você verá que é um ótimo negócio quanto ao retorno para sua empresa e o investimento feito.

 

 

 Fonte: http://viverdeblog.com/inbound-marketing/

 

 

5) Crie um programa de relacionamento com seus clientes, de modo que se sintam especiais por fazer parte da sua rede de consumidores. Pode criar níveis diferentes de mimos para cativar e fidelizá-los.

 

6) Utilize uma ferramenta de CRM para ajudar a gerenciar seus clientes, os leads e oportunidades de negócio recebidas e aumentar a conversão das vendas, provenientes de todas suas ações de marketing, de modo que também poderá saber quais ações são mais eficientes e quais não são.

 

7) Segmente sua base de clientes e envie campanhas de e-mail marketing para divulgar ofertas para seus clientes, otimizando os resultados. Existem muitas opções de ferramentas de disparo de emails, algumas gratuitamente.

 

8) Além disso, em algumas campanhas que queira causar maior impacto, envie por Correios cartas personalizadas ou mesmo telegramas. É sempre bom explorar algo novo, mesmo que seja algo "velho".

 

9) Otimize seu material de divulgação. Seja criando cartões de visita que as pessoas queiram guardar ou brindes úteis, evitando assim o descarte dos mesmos e prolongando o contato com sua marca. Exemplo: blocos de anotação, canetas, camisetas, bonés, mochilas, toalhas, etc.

 

10) Participe e crie eventos. Selecione os eventos relacionados ao seu negócio e participe deles mesmo como visitante, se não puder patrociná-lo de alguma forma. Além de ficar de olho na concorrência você poderá trocar cartões com possíveis clientes e parceiros. Se puder patrocinar eventos de mercado ou realizar eventos próprios, será uma ótima forma de conseguir destaque na mídia de forma gratuita, além de estreitar relacionamento com seus clientes e conseguir o bom e famoso marketing boca a boca. Uma boa estratégia é criar uma oferta especial de compra para atrair os clientes ao evento e conseguir algumas vendas que cubram o custo da ação. Dependendo do seu negócio, você pode criar e vender cursos online. Já parou para pensar nisso?

 

 

FERRAMENTAS RECOMENDADAS

 

Crie sua marca com

 

Construa e hospede seu site com

 

Gerencie suas redes sociais com

 

Patrocine palavras-chaves com

 

Escreva seu conteúdo com

 

Gerencie seus clientes e vendas com

 

Envie campanhas de e-mail marketing com

 

Produza seus brindes com

 

Crie, divulgue e venda seus eventos/cursos com

 

 

Sobre a autora:

Flávia Sales é consultora em estratégias de marketing, comunicação e vendas em mercados B2B e B2C.

www.flaviasales.com | mkt@flaviasales.com | 11 995.596.555

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Destaques

Precificação: por que não cobrar valores 'redondos' pelos serviços da sua startup?

February 12, 2016

1/5
Please reload

Recente