Alternativas Reais para sua Estratégia de Conteúdo

April 9, 2015

Na guerra do conteúdo, conhecimento e tempo é para poucos.

Elenquei algumas alternativas que podem ajudar empresas de qualquer tamanho a produzirem e gerirem seus conteúdos.

 

Da mesma forma que as pessoas estão cada vez mais interessadas em conteúdos relevantes, mais empresas insistem em publicar o que acham que o consumidor deveria ler. 

O maior desafio é produzir conteúdo atraente ao seu público que o faça querer absorver mais e mais da sua marca e o que ela tem a dizer.

Fazer parte da conversa, ser referência em determinado assunto e se manter relevante não é tarefa fácil, especialmente na era da informação em que vivemos, bombardeados por patrocinadores.

Algumas empresas dispõem da boa sorte financeira e contratam a boa e velha (e necessária) Assessoria de Imprensa para se encarregarem deste desafio, mas sabemos que a realidade na maioria das empresas é outra. Quase nunca há alguém dedicado ao marketing e, mesmo quando tem alguém que olhe um pouquinho para isso, não consegue dar vazão à demanda.

Para que sua empresa de fato consiga atrair a atenção dos clientes, a primeira coisa que se deve fazer é elaborar sua estratégia de conteúdo, levando em conta o perfil do público-alvo, o objetivo da comunicação, as pautas (assuntos) que serão abordadas, em quais mídias serão publicadas e qual a linguagem mais apropriada.

Se seu público são artesãs de biscuit ou aficionados por tecnologia, certamente não adianta compartilhar um post sobre arquitetura. Dedique algum tempo para investigar o comportamento do seu cliente, seus hobbies e o que lhe interessa. Deste modo você terá mais sucesso para definir as pautas.

Se perguntar o que pretende obter com a comunicação também é a maneira mais fácil de direcionar o posicionamento da empresa na mente do cliente, já que a tratativa é muito diferente quando se quer passar a imagem de uma empresa descontraída de fôrmas de biscuit para uma visão de empresa sofisticada de tecnologia. Tente responder: como quero ser visto pelo meu cliente?

Com essas duas coisas em mente, você deve se debruçar para um mundo de possibilidades em conteúdo. Existe muito assunto, mas lembre-se de não jogar conversa fora. Seu cliente não tem tempo para mediocridades e se você não tiver algo realmente interessante ele irá mudar de rodinha. Coloque no papel todas suas ideias de conteúdo e não se preocupe que algumas pareçam irrelevantes, pois depois você pode selecionar as melhores e descartar as que realmente não encaixar em nenhum momento de sua estratégia.

Um erro bastante comum, em se tratando de conteúdo, é que as empresas acham que tudo o que produzem é relevante e deve ser divulgado e esperam que as agências de marketing ou assessoria de imprensa consigam incluí-las, com destaque, nos maiores e melhores veículos de mídia. Devo alertá-los que se frustrarão à toa. Uma mídia (revista, jornal, blog, portal, etc) é o mais interessado em ter conteúdo relevante, afinal, ao contrário da sua empresa eles vivem disso. Então pense se o conteúdo que você possui é aderente ao veículo que seu cliente costuma ler, caso contrário, adapte-se.

 Agora é escolher a melhor linguagem para transmitir sua mensagem. Será um texto, um infográfico, um vídeo, um game ou um teste? A mensagem terá um tom forma ou informal, jornalístico ou não? Ponha tudo na balança enquanto constrói sua estratégia de conteúdo. Cada tema pode ser tratado de forma diferente e é imprescindível fazer uso destas opções para não cair na rotina, surpreendendo sempre de quem se espera captar a atenção.

Passada esta fase de planejamento, você pode contar com o apoio profissional para criar, divulgar e – o mais importante – monitorar seu conteúdo.

São alternativas que terceirizam a operacionalização e até alguma parte da estratégia, de acordo com as necessidades da empresa:

 

Assessoria de Imprensa

Escolha mais comum da maioria das empresas, visto que detém a maioria do relacionamento com os veículos de mídia e contam com equipes de jornalistas, capazes de atender demandas diversas de redação, sejam pautas do cotidiano ou mais específicas. O que pesa neste caso certamente são os custos envolvidos. Uma boa Assessoria custa, avaliando baixo, R$ 3.000,00 mensalmente. Se esta for sua escolha, certifique-se de fechar um contrato maleável e dê preferencia aquelas que entendem de seu mercado.

 

Agências de Conteúdo

Muito parecido com o trabalho de redação das assessorias, com igual qualidade jornalística. O diferencial fica por parte do viés de criação, capaz de adaptarem os conteúdos para diferentes mídias e plataformas de forma bastante eficaz e eficiente.

Por sua vez, a estrutura necessária para absorver estas demandas constitui altos custos, que naturalmente são repassados nos projetos. Se sua empresa quer estar presente em muitas mídias diferentes, certamente esta é a escolha ideal para crossmídia. Caso contrário, existem opções mais em conta. O valor médio está acima dos R$ 4.000,00/mês, dependendo do pacote de serviços contratado.

 

Redator ou Jornalista Freelancer (avulso)

Muitas vezes os profissionais que trabalham em agências de imprensa, marketing ou de conteúdo também realizam trabalhos por fora, atendendo seus clientes e nunca os da agência, é claro. Assim, abrem-se boas oportunidades para quem está começando neste mundo de conteúdo ou não dispõem de muito investimento, que podem contratar esses profissionais por um valor que cabe no bolso. A maior desvantagem é que eles apenas escrevem e talvez divulguem, mas nunca gerenciam tais conteúdo, que fica por conta do contratante. Cabe a você analisar se neste momento o que mais lhe falta é o recurso financeiro ou tempo.

Em geral, eles cobram o serviço avulso (job é a nomenclatura correta) que custam em média R$ 500 por um texto de 2 páginas. Existem alguns sites de trabalho Freelancer onde você pode anunciar o projeto que deseja e esperar as propostas dos profissionais, fechando com aquele que enviar a melhor e mais barata proposta .

Exemplo de sites:

www.prolancer.com.br

www.nearjob.com.br

www.99freelas.com.br

www.buscafreela.com.br

www.openjobs.com.br

 

Sites de Produção de Conteúdo

 

A demanda de conteúdo é tão grande que fez surgir no mercado alguns sites especializados em produção de textos. Estes sites funcionam como um interlocutor entre redatores de todo mundo e mercados com clientes carentes de conteúdo de todos os segmentos. É o casamento perfeito! Basta você passar quais as pautas, escolher o número de textos e palavras que deseja para cada texto, bem como a qualidade técnica deles (por exemplo, um texto sobre saúde das frutas requer mais conhecimento específico técnico do que um texto sobre festas infantis). A vantagem é que você terá textos escritos por especialistas nos assuntos de cada tema que decidiu colocar na pauta e até em outros idiomas, enquanto que a desvantagem se dá pela falta de identidade dos textos devido cada um ser escrito por alguém diferente e  divulgação e administração ser por sua conta. Mas se puder fazer a gestão, esta sem dúvida é uma ótima opção para gerar conteúdo, uma vez que estes sites cobram uma média de R$10 por um texto que serve para as redes sociais (350 caracteres).

Alguns sites:

www.redaweb.com.br

www.greatcontent.com

www.textbroker.com.br

www.clicktextos.com.br

 

Consultor de Marketing

 

Fato que a senioridade de um consultor de marketing é indiscutível quando se trata de estratégia. O consultor tem uma visão geral dos mercados e um conhecimento bem especializado em ferramentas de marketing. Diferente das alternativas citadas anteriormente, este profissional irá ajudar a empresa na primeira fase, no planejamento estratégico do conteúdo, além de produzir, gerir e acompanhá-lo. Como seu papel é orientar, o consultor também é um ótimo aliado para ajudar a empresa a enxergar alternativas melhores para determinado objetivo, seja de estratégia ou em relação ao custo. Como ele se aprofunda no mundo da empresa acaba conhecendo seu negócio, mercado, momento e objetivos. Então é natural que a estratégia de conteúdo leve tudo isso em consideração, garantindo uma mensagem muito mais efetiva junto ao público-alvo.

A maior vantagem é que além da estratégia de conteúdo eles podem auxiliar em outras demandas de marketing, como branding (marca e identidade corporativa), comunicação interna (colaboradores), eventos, brindes, etc.

Os consultores também trabalham no modelo avulso, com projetos de freelancer. Os valores variam, mas é possível assinar bons projetos pelo valor de R$2.000,00. Tudo vai depender do que se deseja. De qualquer forma, a empresa só paga pelos entregáveis e não arca com custos de uma estrutura interna mas mantém a qualidade profissional para planejar, executar ou gerenciar suas ações.

 

 

 

 

 

Please reload

Destaques

Precificação: por que não cobrar valores 'redondos' pelos serviços da sua startup?

February 12, 2016

1/5
Please reload

Recente